A Morte do Bilau Lyrics

De que me adianta
Chegar nessa idade
Se o meu bilau
Não quer mais levantar

Adeus menininhas
Adeus mulherão
Tô ficando velho
Comecei broxar

É de madrugada
Vejo a mulherada
Fica no Coniqui
Que eu pago pra tentar

Com satisfação
Arreio o calção
Vou passando a mão
Nada de levantar

Eu vou escutando
A mulher berrando
Esse trem não sobe
Largue isso pra lá

Mas minha senhora
a__im tô perdido
Pois até v_____
Eu tenho tomado

Vejo a rapariga
Lembro a mocidade
De tanta saudade
Eu tenho chorado

Aqui tem alguem
Diz que me quer bem
Mas não me convém
O peste é viado

Olho para as pernas
De uma morena
Mas não adianta
Eu tô arriado

Tô aqui tentando
De longe escutando
Alguém tá gemendo
No quarto do lado

Que saudade imensa
De brincar no mato
Eu pegava gato
Cabrito e galinha

Aos domingo eu ia
Traçar as coroas
Nas lindas lagoas
De águas cristalinas

Que doce lembranca
Daquelas poupancas
Onde tinha danças
Agarrava as meninas

Eu vivo hoje em dia
Sem ter alegria
O mundo judia
Mas também ensina

Eu tô contrariado
Mas não derrotado
Eu não sou viado
Minha língua é divina

Pra minha mãezinha
Já telegrafei
Mamãe não sou gay...
Nem pretendo ser

Nesta madrugada
Estou com a rapariga
Aqui na avenida
Vendo o sol nascer

O galo cantando
Braulio levantado
Eu tava sonhando
Pode esquecer

Vou tomar uma gemada
E uma gelada
Mas o meu problema
Não vai resolver

Eu preciso ir
Pra longe daqui
Porque meu bilau
Acabou de morrer

See also:

100
100.99
Ras Luta Ka┼╝dy Krok Lyrics
agua y sed agua y sed.mp3 Lyrics